“DREAMING”, CALENDÁRIO PIRELLI 2019 FOTOGRAFADO POR ALBERT WATSON, REVELADO EM MILÃO

By on 5 Dezembro, 2018

Milão, 5 dezembro 2018 – Um conto fotográfico de aspirações de quatro mulheres e a sua determinação por alcançar os seus desejos, cada uma perseguindo os seus próprios sonhos e paixões. Este é o “Dreaming”, o Calendário Pirelli 2019, agora na sua 46ª edição, fotografado por Albert Watson em abril em Miami e Nova Iorque, e hoje revelado no Pirelli HangarBicocca em Milão.

Uma sequência de quarenta imagens conta as histórias de personagens interpretadas por Gigi Hadid com Alexander Wang, Julia Garner, Misty Copeland com Calvin Royal III, e Laetitia Casta com Sergei Polunin. As fotografias, a cores e a preto e branco, foram captadas no formato cinematográfico 16:9, inspirado na paixão de Albert Watson pela sétima arte.

“Quando analisei este projeto”, refere Watson, “quis fazê-lo numa forma que fosse diferente de outros fotógrafos, e ponderei sobre qual seria a melhor maneira. No fim, procurei por fotografias que fossem de uma qualidade belíssima, com profundidade, e que tivessem algum género de narrativa. Quis criar algo que fosse mais do que o retrato de alguém – quis que parecesse um “still” de um filme. Quis que as pessoas, ao olhar para o Calendário, se apercebessem que o meu objetivo foi usar a fotografia na sua forma mais pura, explorando as mulheres que eram fotografadas e criando uma situação que transparecesse uma visão positiva das mulheres atuais”.

Ao contar a história de como acabou por fazer o Calendário (ver entrevista em anexo), o fotógrafo fala dos seus próprios sonhos, e dos esforços e sacrifícios que acarretam.

“Para tornar um sonho realidade é necessário trabalhar muito. Sempre o fiz passo a passo, alcançando um objetivo de cada vez, sem querer chegar ao topo de forma imediata. Embora por vezes esse topo parecesse inalcançável, penso que vale a pena criarmos objetivos e sonhos extremamente ambiciosos.”

Disse ainda que cada uma das quatro mulheres se foca no futuro e “tem a sua própria individualidade, o seu propósito de vida particular e a sua forma de fazer as coisas. O tema geral são os “sonhos”, mas a ideia básica por detrás de todo o projeto é contar uma história em quatro “pequenos filmes”. O que quis retratar foram as esperanças das protagonistas e a sua forma de pensar sobre o futuro, numa maneira que trouxe consigo o aspeto do sonho”.

Um exemplo disto é a personagem interpretada por Gigi Hadid, explicou. Recentemente separada do seu companheiro, vive sozinha numa torre de vidro e tem Alexander Wang como o seu único amigo e confidente: “Penso que há um grau de angústia nestas imagens. Com a personagem de Hadid, quis transmitir a sensação de uma mulher que pensa sobre o seu futuro, mas também mostrá-la numa situação de solidão. Vemo-la a imaginar por onde seguirá na vida, no que fará amanhã. Quis que fosse bastante mais minimalista do que com as outras mulheres e cenários que fotografei”

Julia Garner interpreta o papel de uma jovem fotógrafa que ama a Natureza e a solidão. Sobre esta Watson refere:“A Julia é uma atriz bastante talentosa e entrou diretamente na personagem. Desempenha uma fotógrafa botânica que sonha em apresentar exposições de sucesso. Estivemos num belíssimo jardim tropical em Miami, que revelou ser o lugar perfeito para trabalharmos”.

Misty Copeland, cujo companheiro no Calendário é Calvin Royal III, também olha para o futuro, ambicionando brilhar e ganhar reputação no mundo da dança. “Tentar ser bem-sucedida é a sua força motriz”, afirma Watson. “A personagem de Copeland ganha a vida a dançar num clube, mas ao mesmo tempo também monta um pequeno palco no seu jardim, onde ensaia as danças com o objetivo de se tornar numa estrela, por vezes com o seu namorado, interpretado por Calvin Royal III.”

Por fim, Laetitia Casta é uma pintora que vive num estúdio com o seu companheiro, aqui representado por Sergei Polunin. Ambos sonham com o sucesso: ela como artista, ele como dançarino. “O que é mais interessante”, salienta Watson, “é que, na vida real, Laetitia realmente se dedica a esculturas e trabalhos manuais no seu tempo livre. Isto resultou muito bem e ajudou-a a entrar na personagem. Decidimos fotografar no exterior, para dar ao cenário alguma luminosidade natural. A atmosfera tropical de Miami é uma componente essencial nestas imagens”.

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!